Expo Supermercados espera crescer 30% - Jornal do Comércio

Expo Supermercados espera crescer 30% - Jornal do Comércio

Realizada pelo segundo ano consecutivo no estacionamento coberto do Sam's Club, a Expo Supermercados se iniciou na tarde de ontem, ocupando uma área 20% maior que a do ano passado, e na expectativa de crescer 30% em visitantes e volume de negócios frente à última edição.

Segundo o coordenador do evento, Clóvis Polese, até amanhã, o espaço deve receber em torno de 1,8 mil pequenos e médios varejistas do setor, que poderão acompanhar, durante os três dias do evento, 14 palestras temáticas e participar de uma série de rodada de negócios. Montada em formato de supermercado-modelo (com direito a espaço para açougue, área de laticínios, hortifrutigranjeiros, automação comercial e gôndolas para receber os produtos), a feira está maior também em número de expositores - 55 ao todo, provenientes dos três estados da Região Sul do País. "Também temos empresas da Argentina e do Uruguai no evento deste ano", destaca Polese.

Entre os fornecedores, o diretor de vendas da APS Equipamentos - Grupo Geradores, Alex Silva, está "muito otimista". Representante do grupo Himoinsa, Silva destaca que o foco da empresa no evento é aumentar a abrangência da marca no mercado. "Já temos quatro anos no ramo, mas não é fácil virar referência no setor", afirma. O gestor, que pretende popularizar produtos como a máquina para emergência em caso de falta de energia elétrica (modelo 140 KVA) para mercados até cinco check-outs, tem uma meta de vendas para a feira deste ano. "O equipamento custa R$ 80 mil. Pretendemos fechar pelo menos quatro negócios na Expo Supermercados", calcula.

Participando pela primeira vez na feira, o diretor do Atacado Delazzeri, Jair Delazzeri, comenta que o objetivo da empresa - situada em Lajeado, mas que atende os supermercados Max e Sam's Club em Porto Alegre - é prospectar novos clientes na Capital.

Recém-fundada em Gramado, outra empresa que está presente na feira é a Temperos Bellio. Com produtos à base de pimentas, o negócio surgiu a partir de uma receita da mãe do proprietário, Mario Enzio. "Meu pai não podia comer sal, então ela criou um molho suave, à base de pimenta, onde colocava tudo menos sal", conta o empresário. "Na empresa, criamos outros tipos de produtos: geleia de pimenta com gengibre e limão; chimichurri com pimenta calabresa; molho de ervas finas com sal marinho para dar um toque no assado; e um molho de pimenta com chocolate", enumera o proprietário da Temperos Bellio. "Estamos aqui para apresentar ao mercado e realizar networking", comenta, animado, lembrando que o negócio tem apenas sete meses de existência.

Apostando na diversificação de itens oferecidos e em novos equipamentos, o evento ainda conta com empresas como as Indufrio, que neste ano apresenta balcões de vidro duplo e aquecimento nas portas; e a Ax Metal, Gondolas e Expositores, que traz produtos sob medidas para os pequenos e médios empresários. "Esse é um dos nossos diferenciais, visto que as demais empresas fabricam produtos em tamanho padrão", destaca o diretor-geral da Ax, Miguel Werlang. O evento conta também com visitas técnicas e curso prático para açougueiros e proprietários de mercados.

Fonte: Jornal do Comércio (https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/2018/04/economia/623916-expo-supermercados-espera-crescer-30.html)

RECEBA NOVIDADES

Voltar ao Topo