Retrospectiva sobre o segmento de lácteos em 2018

Retrospectiva sobre o segmento de lácteos em 2018

O ano de 2018 teve início com muitas expectativas em relação à retomada do consumo e previsão da alta do PIB, no entanto, eventos como a greve dos caminhoneiros e as eleições, contribuíram de forma negativa, impactando as previsões e o crescimento da economia brasileira.
 
As Cestas Nielsen acompanharam tais tendências, mesmo que ainda em patamares de desaceleração da retração, com previsão de fechamento do ano em -2,4 % do Total Cestas Nieslen, enquanto a atual previsão do PIB é de 1,4%.
 
O canal varejista Cash&Carry, também conhecido popularmente como “atacarejo”, segue crescendo em dois dígitos, mediante à retração de 2,5% das Cestas Nielsen. O formato também vem apresentando bons indicadores, quando comparado aos demais canais por nós auditados.
 
Bebidas é a sub-cesta que mais contribui com tal retração, apresentando queda de -5%, o que representa mais de 1/3 das Cestas Nielsen.
 
Neste cenário, considerando dados até novembro de 2018, Lácteos desacelera o crescimento que vinha apresentando até julho`18, mas continua positivo com 4,1% de crescimento em volume, novamente impulsionado pelo canal Cash&Carry, que ganha importância em todas as categorias.
 
O ranking de share no varejo tem apenas uma inversão de posições, enquanto o canal Cash&Carry está mais dinâmico.
 
Para mais informações entre em contato com a executiva da Nielsen responsável: Fabíola Alves (fabiola.alves@nielsen.com).
 
Fonte: https://www.nielsen.com/br/pt/insights/reports/2018/Retrospectiva-sobre-o-segmento-de-lacteos-em-2018.html

RECEBA NOVIDADES





Voltar ao Topo