Supermercados têm mais um mês delicado

Supermercados têm mais um mês delicado

Em abril as vendas subiram na comparação anual, mas apresentaram retração na margem; alta de apenas 2% no acumulado do ano mostra que retomada segue distante
 
Com uma alta real de 2,26% nas vendas no acumulado do ano até abril, os supermercados seguem em uma posição difícil. Com um ambiente econômico ainda desafiador, o setor conta com promoções e liquidações para manter alto o ritmo de venda enquanto aguarda uma retomada mais consistente da economia.
 
Prova da morosidade da economia e seu reflexo no setor supermercadista foi apontada na última sexta-feira (31) pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Segundo a entidade, as vendas apresentaram em abril uma queda real de 2,42% na comparação com março e alta de 8,05% em relação a abril de 2018.
 
“A queda mensal foi influenciada pelo efeito calendário. Em março, tivemos um final de semana a mais que em abril. Pode parecer pouco, mas as vendas dos supermercados apresentam grande concentração nesses dias”, diz o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto.
 
Para o especialista em varejo e consultor de negócios para o ramo alimentar, Caio Caiado, a situação dos supermercados não é periclitante como outros setores da economia, mas requer atenção.
 
 
Sinal amarelo
 
A última Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), de maio, apontou uma retração de 5,6% nas vendas em maio, na margem. Apesar do efeito calendário, o especialista ressalta os reflexos da falta de confiança.
 
“Ainda que os supermercados trabalhem com itens de primeira necessidade, a percepção do consumidor sobre inflação alta, a falta de crédito, o medo do desemprego são fatores que levam o brasileiro a contingenciar gastos o tempo todo”, comenta. No mês de julho, quando a Abras avaliará o resultado do primeiro semestre, a entidade deverá avaliar a meta estipulada para o ano de um crescimento na casa dos 3% para 2019.
 
 
Fonte: https://www.dci.com.br/impresso/supermercados-tem-mais-um-mes-delicado-1.806277

RECEBA NOVIDADES





Voltar ao Topo