Tendências para o pequeno comércio de bairro

Tendências para o pequeno comércio de bairro

Todos os anos, diversos institutos de pesquisas e especialistas apontam as tendências que vão nortear os investimentos das empresas, para melhorar seus resultados.

O ITD - Instituto da Transformação Digital, desenvolveu com exclusividade para a EXPO Supermercados, um estudo que aponta as cinco principais tendências para 2019, que devem ser priorizadas pelos pequenos varejistas de bairro.

Ao contrário da maioria dos estudos, optamos por abordar do ponto de vista dos serviços oferecidos e não da tecnologia disponível.

Assim, o pequeno comerciante irá entender melhor, pois terá a percepção exata do setor do seu negócio que pode melhorar muito e só depois saber que tecnologia pode oferecer esses resultados.

ATENDIMENTO FORA DO PONTO DE VENDA
Como assim?
Consigo atender o meu cliente, mesmo ele não estando dentro da minha loja?
Sim.

Se sua empresa só se preocupa com o atendimento quando o cliente está dentro da loja, passe a se preocupar com o futuro do seu negócio. Essa tendência é para você.

Atendimento de uma empresa de sucesso não é mais aquela que só se preocupa com o cliente quando ele está dentro da loja.

Mesmo que sua empresa funcione somente em horário "dito" comercial, é fundamental atender os consumidores 24h por dia, pois passam o dia conectados e não querem esperar muito tempo de respostas para suas necessidades.

O atendimento, deve começar, principalmente nas redes sociais e plataformas de comunicação como whatsapp e no próprio site.

A IA - Inteligência Artificial chega com força total em 2019, para resolver esse e outros problemas. Com um robô você pode responder seus clientes 24h por dia, independentemente da plataforma que ele escolheu.

E antes que você diga “que ninguém substitui o atendimento humano”, pense no que o consumidor deseja.

Ser atendido somente no horário comercial, ou no horário que ele deseja buscar uma informação?

Essa ação combinada com uma comunicação mais ativa e segmentada, irá trazer mais clientes para sua loja, aumentar o faturamento e, principalmente, fidelizar esse cliente.

RELACIONAMENTO NO PONTO DE VENDA
Imagina o cliente entrar na sua loja e receber uma oferta exclusiva e personalizada no celular?

Se for homem, oferta X, se for mulher, oferta Y. Se for casal, produto Z, se for jovem, determinado lançamento, se for idoso, aquele produto que é a “cara” dele.

Enfim, cada pessoa que entrar na sua loja, pode receber uma comunicação personalizada e segmentada.

Pequenos negócios já oferecem internet gratuita para os clientes. Mais do que um serviço, é uma necessidade de muitos clientes. E quanto você ganha com esse serviço?

Só a satisfação do cliente? Sei que é muito, mas quem sabe utilizar essa estrutura que já é paga normalmente e obter resultados ainda maiores nas vendas?

A utilização de hotspots inteligentes no ponto de venda, primeiro fideliza o cliente, com ações personalizadas, mostrando que sua empresa se interessa e se preocupa em oferecer o melhor pra ele. Segundo, suas vendas vão explodir, sem aumentar seus custos.

Quem não quer essa combinação?

COMUNICAÇÃO PERSONALIZADA
Um dos grandes desafios do varejo é se comunicar com o consumidor, de forma personalizada e segmentada.

A maioria das empresas, em especial as lojas de bairro, não possuem recursos, seja de pessoal ou financeiro, para competir com os grandes varejistas.

Mas essa é uma tendência que apontamos fundamental para, não só para a sobrevivência dos pequenos negócios, mas para o crescimento das vendas.

A partir do entendimento da importância das duas primeiras tendências e uma implementação eficiente das “dicas” acima, desenvolver um plano operacional de comunicação ativa e personalizada fica muito mais fácil, pois sua empresa já terá obtido dados do consumidor.

Não somente dados financeiros, mas especialmente dados de interesse e de consumo.

O grande problema do varejo, em especial dos pequenos negócios de bairro, é conhecer, entender e obter informações dos seus clientes.

Pense nas seguintes situações:

Situação 01:
Você recebeu um produto novo na sua loja. Como faz hoje para comunicar isso ao seu consumidor?
Espera ele chegar na loja para conhecer a novidade?
Ou você consegue atrai-lo, mesmo ele não estando próximo do seu estabelecimento?

Situação 02:
Você está com estoque alto de determinado produto e precisa criar uma promoção para vender.

Você conhece os consumidores daquele produto?
Se sim, ótimo, basta criar uma ação para comunica-lo imediatamente.
Se não, pense nessa possibilidade.

Com as ferramentas sugeridas aqui, fica muito mais fácil criar ações especiais para os clientes. Inclusive com apoio dos fabricantes, que querem cada vez mais atuar em conjunto com os comerciantes para melhorar as vendas.

Se nas décadas passadas, o desafio era apresentar os produtos nas gondolas de forma atraente, para quando o consumidor estivesse dentro da loja, hoje o desafio é se comunicar com esse consumidor, antes dele chegar no ponto de venda.

O modelo tradicional, onde o consumidor chega na loja, percorre os corredores, olha os produtos nos balcões e escolhe o que comprar, passa a ser substituído por uma comunicação personalizada e segmentada, através das diversas plataformas disponíveis.

Assim, sua loja não corre o risco de perder o cliente, quando ele decide comprar algo, estando em casa, no trabalho ou mesmo, no trânsito se deslocando.

DELIVERY
Todos os grandes negócios no mundo seguem um mesmo caminho. Disponível 24h do dia e em todas as plataformas. E porque o pequeno negócio não pode seguir na mesma trilha para atingir o sucesso?

Segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), o ritmo de crescimento/faturamento no número de pedidos via aplicativos de delivery é de R$1 bilhão a cada ano, um crescimento superior a 12%.

Só o iFood, plataforma líder na AL alcançou 390 mil pedidos por dia no Brasil nas últimas semanas de outubro, aumento de 109%, em comparação com 183 mil de outubro de 2017.

Seu negócio cresceu isso? Provavelmente não.

O que significa que se seu estabelecimento comercial, não oferece Delivery para seus clientes, eles estão comprando do seu concorrente, seja de forma direta e simples como pedidos pelo whatsapp ou através de aplicativos.

Pense naquele momento do dia, que seu estabelecimento recebe poucos clientes. É uma oportunidade para explorar o Delivery, fazendo entregas no próprio bairro, nas residências dos clientes ou até mesmo nas empresas da região.

Aumentar o fluxo de clientes, na Era Digital, significa ter mais vendas, não necessariamente “dentro” do seu ponto de venda, mas sim dentro do seu negócio.

EXPERIÊNCIA DO CONSUMIDOR
Como sua empresa avalia a experiência do consumidor no ponto de venda?
Como sua empresa se comunica com o consumidor quando ele está em casa, no trabalho ou até mesmo no trânsito?

Com as tecnologias disponíveis e que estão integradas nas três tendências citadas acima, sua loja de bairro pode competir de igual pra igual com os gigantes do setor.

Você já imaginou que seu pequeno estabelecimento pode utilizar uma tecnologia como a que a Amazon GO, cadeia de supermercados operada pela gigante varejista online, utiliza?

Sem alocar recursos acima da sua capacidade financeira?

Quando identificamos tendências, nos preocupamos em avaliar a possibilidade de implementação rápida e de forma eficiente.

Ai sim, deixará de ser tendência para ser solução.

Pense nisso e transforme seu pequeno estabelecimento numa ferramenta de vendas.

Com baixo investimento, sem aumento de pessoal, mas com capacidade para atender 24h, sete dias por semana.

Essas tendências serão exemplificadas no ciclo de palestras da EXPO Supermercados:

Palestra: DEZ dicas infalíveis para dobrar o faturamento do pequeno comércio de bairro
Palestrante: Paulo Kendzerski – diretor da agência WBI On Life e Presidente do ITD – Instituto da Transformação Digital.
Data: 24/04
Horário: 19h.

Participe!
www.exposupermercados.com.br

 

RECEBA NOVIDADES

Voltar ao Topo